Edificando os líderes da Igreja global

"A mudança é inegável”. Estas são as palavras do pastor Oliver Chaplain, um líder de igreja no Sudão do Sul, refletindo sobre como seu ministério cresceu e se desenvolveu graças à Academia de Pastores (TSA da sigla em Inglês) do Ajuda Barnabas.

A TSA é a seção de graduação do Centro de Religião e Vida Pública de Oxford (OCRPL da sigla em Inglês), oferecendo oportunidades de treinamento para líderes de base de igrejas no Sul Global que muitas vezes lutam para ter acesso a treinamento ou educação formal.

O pastor Oliver é um dos 97 estudantes trabalhando para obter uma qualificação de graduação. Outros 321 estudantes matriculados estão realizando cursos de curta duração da TSA que os capacitam a aperfeiçoar suas habilidades como pastores auxiliares do rebanho do Senhor. Se Deus quiser, o número total de alunos da TSA crescerá para mais de 600 até o final de 2023.

“A TSA tem me ajudado em meu ministério de uma forma tremenda”, diz Oliver. “Minha compreensão da Palavra de Deus foi seriamente desafiada e moldada”. Tive que desaprender muitas coisas; aprender coisas novas e corretas; e atualmente, sou capaz de ensinar e guiar as pessoas na igreja com mais eficácia do que antes.”

Fortalecendo a Igreja

De acordo com estimativas recentes, cerca de cinco milhões dos plantadores de igrejas e pastores que ministram em todo o Sul Global não tiveram oportunidade de treinamento. Isto pode limitar a eficácia até mesmo dos servos mais fiéis da Igreja de Cristo.

Com o rápido crescimento da Igreja, os crentes mais jovens podem se encontrar em posições de liderança espiritual e supervisão muito mais cedo em sua caminhada com o Senhor do que muitas vezes acontece no Ocidente. Esses indivíduos corajosos e piedosos precisam de ajuda e apoio para cumprir seu fardo de responsabilidade.

Há, portanto, uma necessidade extrema de treinamento de liderança, a fim de fornecer orientação à Igreja global. Líderes bem preparados ajudam a edificar a fé de todos os Cristãos. Além disso, em alguns países é exigido por lei que os líderes da igreja tenham qualificações formais apropriadas para se engajar no ministério.

O objetivo da TSA é proporcionar esse treinamento de liderança, fortalecendo os líderes da igreja e, por sua vez, a própria Igreja. “Nosso objetivo é treinar uma nova geração de líderes”, explica Dr. Patrick Sookhdeo, Diretor Internacional do Ajuda Barnabas e Diretor Executivo do OCRPL. “Nossa missão é formar neles o caráter e a integridade que dará a base para enfrentarem seus desafios, encontrar esperança em situações desesperadoras e combater a mentira com a verdade”.

O pastor Oliver Chaplain cresceu em conhecimento e compreensão por meio da Academia de Pastores, além de desenvolver um senso de “temor divino e reverência” em relação ao seu chamado

“Nossa visão é treinar 10.000 líderes Cristãos de base nos próximos cinco anos”, acrescenta o Dr. Prasad Phillips, Diretor Executivo Adjunto do OCRPL. “Alguns ingressarão em nosso programa de bacharelado completo (graduação); outros farão cursos de certificado ou diploma, ou cursos autônomos, que abordarão as lacunas em seu treinamento ministerial.”  

“Todos os dias eu aprendia algo novo”

O pastor Oliver serve em uma igreja na qual muitos de seus membros - que são predominantemente mulheres, crianças e jovens - são pobres e carentes de educação formal. Em alguns contextos Africanos, o Islã tem feito incursões nas comunidades Cristãs, muitas vezes devido à falta de familiaridade dos Cristãos com ensino bíblico e teológico.

Tudo isto ressalta a necessidade de um ensino claro e contextualmente relevante, bem como uma liderança forte e firme. “Sei que não teria tido a oportunidade de realizar este tipo de treinamento sem a Academia de Pastores”, diz Oliver. O mesmo vale para todos os alunos da TSA.

A falta de líderes adequadamente qualificados nestes contextos também significa que pode não ser possível para os ministros da igreja ficarem longe de suas congregações por qualquer período de tempo. Além disso, muitos pastores devem sustentar a si mesmos e suas famílias com trabalho fora da igreja, e não podem tirar uma licença para estudos teológicos. Por esta razão, os programas da TSA são projetados para permitir que os alunos estudem em paralelo com suas responsabilidades na igreja e qualquer outros empregos.

Outra vantagem disso, explica Oliver, é que novos conhecimentos e percepções podem ser imediatamente compartilhados com a igreja. “Foi benéfico poder continuar em meu ministério enquanto estudava, porque todos os dias eu aprendia algo novo e tinha a oportunidade de compartilhar com os outros”. Isto também ajudou a desenvolver a compreensão de Oliver, já que novas percepções não permaneceram como “conhecimento intelectual” teórico, mas foram imediatamente aplicadas às necessidades e vidas dos crentes sob seus cuidados.

Os programas da TSA combinam autoestudo, aulas online e tutoriais presenciais em centros de estudo locais, dos quais existem atualmente cinco - no Sudão do Sul, Camarões, Nepal, Paquistão e Zâmbia - cada um com seu próprio coordenador regional. Oliver acrescenta que estes tutoriais são importantes para ajudar os estudantes a aplicarem o material de autoestudo em seus próprios contextos culturais.

Além de permitir que os líderes da igreja continuem em seu ministério enquanto estudam, esta abordagem ajuda a manter os custos operacionais baixos. Os custos são ainda mais reduzidos utilizando as instalações das faculdades teológicas ou faculdades bíblicas existentes como centros de estudo da TSA. O material do curso da TSA está sendo traduzido para Chinês, Russo e Tamil, com tradução posteriormente para o Árabe e Bengali.

“Temor divino e reverência”

Os alunos não apenas crescem e se desenvolvem como pastores e líderes, mas a maioria também descobre que são abençoados pessoalmente ao estudar com a TSA. “A Academia dos Pastores ajudou na minha caminhada pessoal com o Senhor”, diz Oliver.

“Entendi através deste curso que Deus está entregando vidas e destinos em minhas mãos, e eu serei responsabilizado se eu estimar isto levianamente ou não levar isto a sério”, continua ele. “Isto por si só desenvolveu em mim um senso de temor divino e reverência que me aproximou ainda mais do Senhor”.

Este senso de temor divino demonstra que, além de habilidades e conhecimentos, os jovens líderes da igreja estão alcançando uma poderosa compreensão do significado espiritual de seu chamado. Em todos os sentidos, pela graça de Deus, os pastores subalternos do rebanho de Cristo estão sendo moldados e equipados para seu trabalho de importância vital.

Academia de Pastores em números

418 estudantes estão matriculados em  cursos de curta duração ou de graduação

16 países estão representados no corpo discente da TSA

600 alunos serão, se Deus quiser, matriculados até o final de 2023

5 países sediam centros de estudos da TSA

Você pode apoiar o trabalho da Academia de Pastores? Apenas R$ 111,50 podem custear um estudante de graduação da TSA por um mês. Por favor, continue a orar pelo pastor Oliver e pelos outros estudantes, para que o Senhor, através de Seu Espírito Santo, continue a formar e moldar os líderes da igreja com o conhecimento necessário, habilidade, caráter e discernimento espiritual.

PR1499 (Academia de Pastores)

More stories